Quais Materiais são Considerados Joias

Quais Materiais São Considerados Joias?

Você sabe quais materiais são considerados joias? Se você pretende adquirir uma joia ou até mesmo trabalhar com isso, é importantíssimo entender o que é efetivamente uma joia.

Apesar de parecer algo um tanto claro para alguns, para outros não é dessa forma. E não há problema algum nisso, afinal, há uma série de tipos de acessórios hoje em dia e fica difícil entender tudo perfeitamente.

Se você quer saber quais materiais são considerados joias e muitas outras dicas para conhecer tudo sobre joias, este é o artigo ideal! Acompanhe até o final e aprenda a comprar suas joias.

Confira quais materiais são considerados joias

Não é muito difícil saber quais materiais são considerados joias, pois existem apenas dois: ouro e prata. Então, se o acessório for feito com qualquer outro tipo de metal já não será categorizado dessa forma.

Mas por que essas duas ligas são tão raras, caras e tem alto apreço na sociedade? Primeiramente, são metais raros. Você encontrará em abundância e de forma fácil. Nesse ponto, passa a ser uma questão de oferta de demanda.

Quanto menor e oferta e maior a demanda, mais requisitado se torna o produto, não é mesmo?

QUE TAL 5% DE DESCONTO? Cadastre-se e receba o cupom no seu e-mail!

Mas esse não é o único motivo. Ambos são metais extremamente duráveis. Uma joia em ouro ou prata não tem “prazo de validade”, elas duram anos e anos.

Por isso as joias podem ser passadas de gerações para gerações, basta polir e limpá-las de vez em quando.

Outro motivo é a questão do brilho. Essas ligas possuem um brilho muito bonito, agregando no quesito estético. Afinal, de nada adiantaria se elas não possuem alguma característica que lhes proporcionassem um grande charme.

Mais um dos motivos sobre quais materiais são considerados joias é a questão da reatividade. Esses metais são poucos reativos (mais o ouro do que a prata, como você verá no próximo tópico), de modo a não se desgastarem.

Joia de Ouro e Prata
Joia de Ouro e Prata

Prata escurece?

Apesar de ser considerado um metal nobre, a prata pode enfrentar alguns problemas de escurecimento.

Na verdade, o problema está em alguns gases da atmosfera. A joia de prata escurece porque uma camada de Sulfeto de Prata é formada na superfície.

O motivo do surgimento dessa película é a reação do elemento prata com o elemento Enxofre do meio.

Além disso, o suor também é um grande gatilho para promover o escurecimento da peça, visto que é composto basicamente de água e sais minerais.  

Como a composição do suor muda minimamente de pessoa para pessoa, algumas são mais susceptíveis a escurecer a joia, enquanto outras preservam o brilho por mais tempo.

Apesar disso, a prata ainda faz parte do grupo de quais materiais são considerados joias.

Não há muita dificuldade em limpá-la. Há, inclusive, soluções onde você só precisa mergulhar a joia e retirar depois de alguns segundos. Depois é só lavar e secar. A joia fica como nova!  

Entenda a unidade de medida do ouro

Agora que você já sabe quais materiais são considerados joias, que tal entender um pouco melhor sobre as joias de ouro? Há alguns detalhes que são fundamentais para que você entenda perfeitamente sobre essa liga.

Já ouviu falar sobre ouro 18k? Provavelmente sim. É o tipo de ouro considerado o mais nobre no Brasil. Uma peça feita em ouro 18k é considerada uma joia.

Mas você sabe ao que se refere esse termo? K é a unidade de medida quilates, a qual mede a quantidade de ouro em uma liga.

Caso você não saiba, 18K não é uma liga com 100% de ouro. Essa é, na verdade, a liga de 24K.

E por que não encontramos joias de 24K para vender? Porque o ouro é um material extremamente maleável, sendo impossível desenvolver uma peça somente com este elemento.

A solução para resolver esse problema, visto que o ouro – apesar disso – é um material excelente para questões estéticas, foi adicionar um pouco de metais secundários.

Ao acrescentar outros elementos na liga de ouro o material passa a ser passível de trabalho. Ou seja, fazer brincos, anéis, colares e pulseiras passa a ser possível.

Veja quais materiais são considerados joias de ouro e suas respectivas porcentagens:

  • 24K = 100 % de ouro ou Ouro 999        
  • 22K = 91,6 % de ouro ou Ouro 916      
  • 18K = 75 % de ouro ou Ouro 750
  • 14K = 58,5 % de ouro ou Ouro 585
  • 10K = 41,6 % de ouro ou Ouro 416      

O ouro 18K é o mais usado no Brasil, os Árabes usam o ouro 22K em algumas peças (o mesmo para moedas). Na Europa também adota o ouro de 18K, mas nos EUA o mais comum é o ouro 14K. Já no Reino Unido o valor é ainda mais baixo é de 9K.

Ouro
Ouro

Quais são os metais secundários

Sabendo quais materiais são considerados joias, agora resta saber quais são os metais secundários que são acrescentados às ligas.

Na verdade, são justamente esses metais que irão promover a cor do ouro. As variações de ouro branco, amarelo e rose são justamente por conta desses metais secundários.

O ouro amarelo, por exemplo, é uma mistura do elemento ouro com o elemento cobre. A mistura gera uma cor muito semelhante ao ouro, sendo a liga mais tradicional do segmento joalheiro.

Já o ouro branco, peça que está cada vez com mais destaque no mercado, é uma mistura de ouro com prata, paládio, níquel ou platina.

O ouro rose, por sua vez, é uma mistura de ouro, cobre e prata, sendo uma liga intermediária entre o ouro branco e amarelo no que tange a cor.

É por conta desses metais secundários que pode haver uma diferença entre os valores. A prata, por exemplo, tem valor maior no mercado do que o cobre, por exemplo.

Consequentemente, o ouro branco é um pouco mais caro do que o ouro amarelo.

Mas isso não quer dizer, de forma alguma, que os tipos de ouro têm propriedades diferentes (pelo menos não de forma significativa).

As três variantes, quando feitas em ouro 18 quilates, são ótimos materiais e produzirão lindas joias.

E, aí, saber quais materiais são considerados joias é um pouco mais complexo do que parece, não é mesmo?

Quilates de diamantes

Você já conhece o quilate do ouro, cuja unidade de medida é o K. Mas você sabia que também existe o Quilate do diamante? É uma unidade diferente, mas tem o mesmo nome (porém é representada por ct).

1 quilate, ou seja, 1 ct, corresponde a 0,2 gramas. Além disso, 1 quilate equivale a 100 pontos.

É muito importante entender essa diferença, pois é a unidade de medida ct que você irá encontrar no momento de avaliar os cristais da joia.

Então, se você encontrar uma peça que tenha 200 pontos de diamantes ou qualquer outro cristal, isso não quer dizer que há 200 pontinhos de pedras preciosas na joia. Na verdade, quer dizer que há 2 ct, ou 0,4 gramas.

Isso, na verdade, é algo que gera muita confusão. Não é incomum as pessoas comprarem joias – principalmente pela internet, já que não vê a joia presencialmente – e se decepcionarem com o tamanho.

Diamante
Diamante

Como cuidar das joias

Saber quais materiais são considerados joias você já sabe, inclusive que elas duram por anos e anos. Entretanto, isso não quer dizer que não haja a necessidade de alguns cuidados.

Sempre que possível, retire as joias para tomar banho ou mexer com produtos de limpeza e semelhantes. Os metais nobres não sofrerão alteração, mas pode comprometer o brilho deles de forma mais rápida.

De tempos em tempo você pode levar para polir a joia, pois ela ficará com o aspecto de nova por mais muito tempo.

É importante limpá-las também, principalmente se houver muitas pedrinhas ou um design que favoreça acumular sujeira e algum lugar.

No caso da prata será preciso tomar um pouco mais de cuidado, por motivos já citados anteriormente. A manutenção é mais frequente, mas lembre-se de adquirir a solução de limpar prata, já vai quebrar um bom galho!

Qual a diferença entre joias e semijoias?

Você provavelmente já deve ter visto alguma loja ou alguém vendendo semijoia ou até mesmo já tem algumas. Mas qual é a diferença?

Há uma diferença entre quais materiais são considerados joias? Na verdade, as semijoias podem ser consideradas os famosos folheados ou peças feitas em ouro com menos quilate.

No caso das peças folheadas, elas nada mais são do que estruturas à base de metais comuns, mas com uma camada de ouro. Ou seja, as peças são apenas banhadas a ouro, não são feitas completamente com ele.

Apesar de parecer um produto de baixa qualidade, folheados bem feitos conseguem promover um ótimo resultado, fazendo a joia durar por anos e anos.

Mas, claro, com o passar do tempo ela começa a descascar e apresentar os sinais de envelhecimento.

Porém, se o seu objetivo é ter uma série de acessórios porque ama coisas mais modernas e inovar, as semijoias podem ser uma ótima opção.

São mais baratas e conseguem trazer um grande charme para o visual. Mas, claro, não são finas ou coisa do tipo.

Onde comprar joias de ouro ou prata?

Agora que você já sabe quais são os pontos mais importantes quando o assunto é joia, resta saber onde comprá-las, não é mesmo?

Há duas opções: joalherias físicas e online. Cada qual tem os seus prós e contras, confira:

Joalherias físicas

Com toda a certeza são as mais convencionais. Antigamente era a única opção e normalmente eram empreendimentos familiares.

O lado bom é que você poderá ver de perto todos os modelos disponíveis, bem como ver se a joia combina ou não com você.

Outro ponto positivo é que você sairá da loja já com as joias em mãos, ideal para quem está em busca de algo para última hora. Além disso, não tem como errar o tamanho do anel, não é mesmo?

Joalherias online

O e-commerce está cada vez mais forte e as pessoas estão buscando mais pelas lojas online do que antes, principalmente depois da pandemia, onde a recomendação era ficar em casa.

Entretanto, além da questão de segurança em um momento de caos sanitário, comprar online também tem outras vantagens.

Uma delas é o conforto, já que você não precisa sair de casa para comprar. Pode fazer isso direto da sua cama ou sofá.

Outro motivo é que você conseguirá ver diversas lojas em poucos minutos. Ou seja, o seu leque de possibilidades fica bem maior. Dificilmente você não encontrará a joia dos sonhos.

E, claro, produtos online normalmente possuem um preço bem mais em conta, o que é fundamental para muitas pessoas.

Obviamente, há os pontos negativos de precisar esperar a entrega do produto e também não conseguir vê-lo de perto.

Enfim, ambas as escolhas tem os seus prós e contras, ficando mais a seu critério qual escolha decidir fazer.

O importante é se certificar de estar comprando uma joia de prata ou ouro 18 K. Sempre busque referências da joalheria caso seja a sua primeira compra. Valide se a loja realmente oferece joias de qualidade. Enfim, agora que você sabe quais materiais são considerados joias e muitas outras dicas, resta saber qual das duas opções você irá escolher: ouro ou prata. Pesquisa sobre os modelos e encontre a sua peça dos sonhos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.