Tudo Sobre Escapulários

Tudo Sobre Escapulários

Confira tudo sobre escapulários: Os escapulários estão em alta e se tornaram joias ainda mais interessantes nos últimos anos, você acompanhou as mudanças e evoluções dessa tendência?

Verdade seja dita, não importa qual seja sua religião, se você nasceu nos anos 80 ou no começo dos anos 90, você se lembra com clareza daquele escapulário feito com uma lã fina, marrom ou preta e imagens coloridas envoltas por um plástico transparente.

Falar em escapulário há uns 10 anos atrás era falar disso e pronto, não havia muito mais em que se pensar. Os escapulários, naquela época, não eram chamados de joias e eram usados única e exclusivamente por motivos religiosos.

Mas, você já parou para pensar porque as pessoas usam o escapulário? O que será que eles significam? Aliás, como usar um escapulário? O que ele representa afinal? Aqui, vamos falar tudo sobre escapulários esclarecendo essas dúvidas. 

Vamos lá?!

História do escapulário

O escapulário teve origem pelas ordens monásticas e consiste, basicamente, em um colar que passa sobre o peito, de ombro a ombro, e cobre a frente e as costas com uma abertura para a cabeça. Porém, inicialmente, o escapulário serviu mais como um avental, sendo feito de tecido, usado durante o trabalho, especialmente no campo agrícola.

QUE TAL 5% DE DESCONTO? Cadastre-se e receba o cupom no seu e-mail!

Em 1200 um grupo de homens se reuniu em Monte Carmelo, um lugar sagrado por conta das ações do profeta Elias. Foi quando durante uma disputa com os profetas de Baal, provou aos que ali estavam que o Deus de Israel é o único e verdadeiro Deus.

Estes homens ficaram conhecidos como “carmelitas”. Por causa da região e tinham como principal missão seguir os passos de Jesus Cristo e Maria, para assim obter intimidade com Deus. Para isso construíram uma capela em homenagem a Nossa Senhora.

Algum tempo depois foram obrigados a migrar para a Europa e encontraram lá diversos obstáculos que iam desde lidar com a cultura diferente, sobreviver a crise econômica e enfrentar graves problemas com a própria Igreja, pois não tinham uma boa relação com o Papa Honório III.

Por conta disso, um monge inglês chamado Simão Stock, que desejou a vida sagrada de Deus aos 12 anos e serviu a Virgem Santíssima desde então, preocupado com a situação, recorreu diversas vezes à Nossa Senhora pedindo que ela manifestasse sua proteção aos carmelitas.

A lenda por trás escapulário

Reza a lenda baseada em antigos testemunhos que no dia 16 de julho de 1251 – motivo pelo qual a igreja realiza a festa de Nossa Senhora do Carmo neste dia – a Santa veio visita-lo e lhe presenteou com um escapulário. Que deveria ser replicado e distribuído a todos os monges da ordem dizendo: “O escapulário será para ti um privilégio, e quem morrer piedosamente revestido com ele será preservado do fim eterno”.

Essa aparição ficou conhecida como Nossa Senhora do Carmo e, sete meses depois, a ordem foi reconhecida pelo Papa Honório III. Logo, o presente de Nossa Senhora se tornou símbolo de defesa dos perigos, aliança de paz e salvação e tornou-se parte integrante do hábito dos carmelitas.

Tempos depois, em um modelo que se assemelha ao utilizado nos dias de hoje, os escapulários acabaram sendo popularizados em todo o mundo cristão.

O que a palavra significa?

Ao que parece, ela deriva do latim “scapula”, que alguns dizem significar “armadura” ou “proteção”. Seria uma associação condizente com a tradição, segundo a qual o objeto foi dado para proteger os fiéis católicos do “fogo da perdição”.

Entretanto, os dicionários de latim traduzem a palavra como “ombro” ou “escápula”. Escápula significa aquele par de ossos chatos e triangulares que temos às costas e são ligados à clavícula como suporte da porção superior do tronco. Fazem parte dos ombros, portanto.

Seguindo a pista mais literal, podemos dizer que escapulário se refere ao local sobre o qual é usado (os ombros). Se tratando de um símbolo, interessa mais o sentido figurado. Nesse caso, vale destacar que, além de proteção, o escapulário tem o sentido de devoção mariana, consagração aos ensinamentos de Cristo, caridade e humildade.

Como usar um escapulário

Segundo o costume católico, o escapulário precisa chegar às nossas mãos como presente. Ou seja, alguém precisa dá-lo a você. O problema é que talvez você tenha que esperar sentada até que alguma alma bondosa tome a iniciativa.

Sendo assim, não é pecado burlar a tradição e “presentear-se a si mesma”. Mas, uma vez tendo adquirido, há um rito que talvez valha a pena seguir:

Antes de usar, recomenda-se entregá-lo a um sacerdote para que seja benzido. O ideal é que esse procedimento ocorra no dia 16 de julho (dia de Nossa Senhora do Carmo), conforme a tradição da igreja católica.

Mesmo que você não queira recorrer a esse ritual ou esperar o dia propício para aderir ao escapulário, é recomendado não o usar apenas como acessório de moda. Fazer isso seria perder a oportunidade de refletir sobre questões importantes relacionadas à espiritualidade, seja ela católica ou não.

Então, o mais adequado é dedicar alguns momentos do dia para meditar sobre o propósito do escapulário e tentar usá-lo como um norte para suas ações no dia a dia. Podendo significar um compromisso e uma manifestação de sua fé, e não apenas um enfeite bonito.

Esperamos que você consiga estabelecer uma relação mais verdadeira com seus símbolos de fé, sem que se sinta intimidada ou constrangida por usá-los até aqui de modo “errado”. Saber como usar um escapulário é também descobrir como aprender mais sobre sua espiritualidade.

Pode-se usar um escapulário em outra parte do corpo?

Não é comum, mas como não existe uma regra clara sobre isso, algumas pessoas o usam no pulso.

Modelos de escapulário

Com o passar dos anos, o escapulário ganhou diversas versões e estilos, se transformando de diversas formas para se adaptar ao gosto e estilo dos fiéis. E passou por transformações minimalistas e sofisticadas. Confira alguns dos modelos existentes:

Escapulário de fita

Um dos primeiros modelos de escapulário menor, quando começou a ser dado aos fiéis. Posteriormente, começaram a surgir as versões citadas nos próximos exemplos.

Tradicional

É aquele que o cordão é feito de linha marrom e os quadradinhos com as imagens do Coração de Jesus e de Nossa Senhora do Carmo. Geralmente são arredondados e parecem que foram feitos com madeira.  Os quadradinhos feitos de plástico também são comuns.

Se sua família é católica, muito provavelmente você ganhou um desse em algum momento quando era criança/adolescente.

Escapulário de prata ou ródio branco

Pode ser todo em prata/ródio branco ou com as imagens coloridas ou da mesma cor do banho. Atualmente, existem vários modelos, por isso antes de comprar o seu, dê uma boa pesquisada para achar a peça que mais combina com seu estilo.

Escapulário de ouro

Assim como o escapulário de prata, pode ser todo em ouro ou ter detalhes diferentes, como os modelos que possuem pérolas ou pedras em seu cordão.

Tudo Sobre Escapulários
Tudo Sobre Escapulários

O que significa quando escapulários arrebentam?

Por ser utilizado como um símbolo de proteção, tradicionalmente dizem que quando um escapulário arrebenta é porque a pessoa que o usa foi livrada de algum grande perigo, então fique atento ao seu.

Não se preocupe, se isso acontecer com você não precisa se preocupar, basta comprar outro escapulário e passar a usá-lo novamente.

Cuidados com o seu escapulário

Se o seu escapulário é de ródio ou ouro, é aconselhável não entrar com ele no mar ou na piscina. O sal presente na água pode danificar a peça.

Quando não estiver usando, guarde a peça em um local seco.

Existem variações dessa joia?

Embora o formado tradicional traga duas medalhinhas, uma com a imagem de Nossa Senhora do Carmo e outra com a do Sagrado Coração de Jesus, com o passar dos anos foram criadas diversas variações desse símbolo, mais estilosas e que mudam de acordo com o gosto de quem for utilizar.

É importante lembrar que muito mais do que modelo utilizado, o que vale realmente é a relação criada com o objeto, deste modo, caso queira, não é nenhum pecado utilizar versões com diferentes imagens e/ou materiais.

Por exemplo, para as crianças é comum dar uma com a virgem do silêncio e um anjo.

Significados do escapulário

Agora que já sabe tudo sobre escapulários vamos falar sobre seu principal significado:

O escapulário tem um significado religioso muito importante para quem é fiel e crê que ele é um objeto abençoado. E embora a peça tenha sido incorporada também no mundo da moda, é importante entender e respeitar seu teor religioso. Veja os principais significados do escapulário:

  • Proteção ao longo da vida.
  • Ajuda na hora da morte, especialmente, na hora do purgatório.
  • Salvação eterna.
  • Paz.

Por isso, na hora de escolher o escapulário é importante optar por alguma peça que tenha a ver com você! Além disso, os escapulários também são excelentes acessórios para dar de presente.

Afinal, quem não quer ganhar algo bonito e cheio de significado não é mesmo?!

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.